• Facebook - Dosivac
  • LinkedIn - Dosivac
  • YouTube - Dosivac

Rua Aulivieri Bozzato, 760 - Galpão 9
Loteamento Industrial
Mauá-SP

Cep: 09372-010

11 3599-2262

© 2017 Dosivac. Todos os direitos reservados.

Site orgulhosamente desenvolvido por SisCreative Informática 11 9 7449-0670

A PRIMEIRA DOSADORA ELETROMAGNÉTICA DA DOSIVAC – SÉRIE EMD

Com uma experiência de mais de 30 anos fabricando bombas dosadoras

acionadas por motor elétrico, há cerca de quatro anos atrás, começamos a pensar e

ir moldando o projeto para criar a primeira série de pequenas dosadoras sem motor

elétrico rotativo. A ideia era implementar um eletroímã em sua substituição. O núcleo

do mesmo seria o que transmite ao diafragma de bombeamento, o deslocamento

linear alternativo que no mesmo se requer para que, em conjunto com as válvulas de

retenção do cabeçote, resulte na dosagem do aditivo líquido necessário. Este sistema

em si, no que diz respeito a pequenas bombas também de diafragma, mas acionadas

por um motor elétrico rotativo (como a nossa série popular "Milenio"), encontra a

sua maior vantagem em aplicações com vazões muito baixas, como na injeção de

hipoclorito de sódio a vazões de agua inferiores a 30 m3/h e, em geral, sempre que é

necessário injetar aditivos a vazões menores que 0,6 L/h (600 cm3/hr).

O precedente nos impôs que na nova série "EMD" a resposta e a confiabilidade

deveriam ser otimizadas a baixas taxas de vazão, alcançando características incomuns

facilitadas por uma placa eletrônica e um indicador digital moderno, que juntos

permitem a regulagem em um "GRANDE RANGE" de frequência obtendo-se a vazões

injetadas que vão desde 100% a 10% ajustáveis a 5% em sua primeira escala e abaixo

desses 10% automaticamente passa para sua menor escala, onde será possível

diminuir até 1% da vazão máxima, sendo possível selecionar valores intermediários

com intervalos de apenas 0,5%! do mesmo.


EXEMPLO DE APLICAÇÃO:

Suponha que tenhamos um modelo que tenha, na pressão de injeção

correspondente, um máximo de 1 lt/h (1000 cm3/h) o usuário pode baixar a primeira

escala para 100 cm3/h a saltos de 50 cm3/ h de cada vez e se forem necessários

valores ainda mais baixos, o equipamento entrará automaticamente na escala "X 0,1",

onde poderá ser reduzido para 10 cm3/hora (100 VEZES INFERIOR À VAZÃO

MÁXIMA), podendo selecionar qualquer valor intermediário com intervalos de

apenas 5 cm3 por vez !! (200 VEZES INFERIOR À VAZÃO MÁXIMA)

CARACTERÍTICAS PRINCIPAIS QUE TORNAM POSSIVEL O COMPORTAMENTO

DESCRITO:

# RETENÇÃO DUPLA TANTO NA SUCÇÃO COMO NA INJEÇÃO DO CABEÇOTE DE

BOMBEAMENTO

# REGULAÇÃO DE FREQÜÊNCIA EM LED DE DUPLA ESCALA SEM ALTERAR O

DESLOCAMENTO DO DIAFRAGMA QUE PERMANECE "SEMPRE IGUAL À MÁXIMA"

# VÁLVULAS DE RETENÇÃO ESFÉRICAS EM VIDRO OU CERÂMICA (VERSÃO DE

ALTA RESISTÊNCIA QUÍMICA)

# ASSENTOS DE VÁLVULA TIPO O´RING DE HYPALON OU VITON (VERSÃO DE

ALTA RESISTÊNCIA QUÍMICA)

# CABEÇOTE COM TODAS AS SUAS PARTES MOLHADAS EM PVDF "KYNAR" DE

EXCELENTE RESISTÊNCIA QUÍMICA E MECÂNICA

OUTRAS CARACTERÍSTICAS E DETALHES:

# CORPO PRINCIPAL INJETADO DE ALTA ROBUSTEZ E ESTABILIDADE

DIMENSIONAL

# VÁLVULA DE PURGA INCORPORADO AO CABEÇOTE

# TAMPA TRASPARENTE PARA PROTEGER O PAINEL DIGITAL DE REGULAGEM

# MONTAGEM SOBRE PLANO VERTICAL MEDIANTE DOIS SIMPLES PARAFUSOS

# MANGUEIRAS DE MENOR DIAMETRO MÁS CONVENIENTES PARA SUAS

BAIXAS VAZÕES E PARA TRASMITIR MENORES ESFORÇOS AO CONJUNTO CABEÇOTE

# MÍNIMO TAMANHO QUE SIMPLIFICA SUA INSTALAÇÃO E REQUIER MENOR

ESPAÇO AO ENTORNO

# ALIMENTACÃO ELÉTRICA PADRÃO: 220 VOLTS 50/60 HZ - SOB PEDIDO: 110

VOLTS 50/60 HZ

ACESSÓRIOS INCLUSOS:

# KIT DE MANGUEIAS (TRÊS: SUCÇÃO, INJEÇÃO E PURGA)

# VÁLVULA DE SUCÇÃO COM VALVULA DE PÉ, FILTRO E CONEXÃO PARA

MANGUEIRA

# VÁLVULA DE PONTO DE INJEÇÃO COM CONEXÃO PARA MANGUEIRA

# VÁLVULA DE PURGA CON OCORRESPONDENTE CONECTOR PARA

MANGUEIRA

Eng, Eduardo Oriana (Gte. Técnico) – DOSIVAC SA

17 visualizações